Como Reencontrares a Tua Criatividade e Flow Natural, Pode Transformar a Tua Vida

by | 4 Jun, 2019 | Numerologia

S ão 3 da tarde. Estás sentada frente ao computador, cotovelos apoiados na secretária, rosto apoiado nas mãos e olhar no vazio. 

Estás fisicamente presente mas a tua mente viaja bem longe. Dás voltas e voltas à tua cabeça em busca de uma solução, mas nada te ocorre…

Se tudo correr bem, e o teu chefe não te pedir trabalho adicional, daqui a três horas estás a sair do trabalho.

“São só 3 horas”, – dizes a ti própria enquanto o teu corpo tenso te relembra do quanto essas 3 horas custam a passar. Sabes que, mesmo que essas horas passem rápido, amanhã vais passar pelo mesmo, sem tirar nem por. Hora após hora…

Se estas palavras são um relato do teu habitual dia de trabalho, então, os meus parabéns!

Primeiro porque significa que estás consciente do que se passa contigo (caso contrário não haveria ressonância), segundo porque estás a ler o post certo para ti, porque vou partilhar contigo as 3 condições para reactivares o teu flow natural e te colocares no estado de criatividade que te permite mudares o rumo da tua vida.

___________

Há alguns anos, a minha vida encaixava perfeitamente na descrição acima.

Já há muito que me encontrava emocionalmente desligada do meu trabalho e começava a ficar desesperada por uma solução. 

Lia livros de auto-ajuda compulsivamente e em todos eles encontrava a mesma máxima “faz aquilo de que gostas e não terás de trabalhar um só dia”.

“Eu sei lá do que é que gosto?!… Se ao menos tivesse um talento que me desse sustento!” – dizia a mim própria.

Foi preciso ir ao limite e atingir um nível de desgaste e vazio total para chegar à conclusão que quanto mais me mantinha onde estava, mais me afundava lentamente, completamente em esforço para sobreviver e me manter à tona.

O que faltava para sair do sítio de sufoco onde estava?!

Conhecer os meus talentos naturais!

Em baixo 3 pontos chave para começares já:

____________

1 – Conheceres o teu talento – e usá-lo! 

Vamos começar pela base. Todos somos especiais na nossa forma única de ser, e a maneira que a vida encontrou de não o esquecermos foi colocar dentro de nós aquele diamante (por vezes por lapidar) que se revela numa vocação, num interesse particular, num jeito natural para algo.

Descobrires o teu talento devolve-te uma leveza e paz que te põem a flutuar. É uma sensação tão boa de simplicidade e reencontro que começas a relativizar muitos dos teus problemas, ou eles deixam mesmo de existir.

Passas a ter um outro foco, algo que pede toda a tua energia – pores o teu talento ao serviço do mundo.

O teu talento enche-te de orgulho, e dá uma vontade boa de o partilhares com toda a gente, tal como um filho que é o brilho dos teus olhos. “Olha aqui o meu talento, é incrível, não é?! Não há melhor na vida… É a minha luz!”

Quando me tornei obcecada por descobrir o meu, e fiz as duas questões que vou partilhar contigo, percebi algo muito claro e tranquilizador…

Ele sempre esteve lá. Eu é que raramente o vi e valorizei. 

Desde criança que sempre gostei de comunicar (sempre fui do jeito tagarela). Sempre gostei de escrever (perdi a conta aos diários que preenchi)…

A minha brincadeira favorita era ser professora e, mais tarde, comecei a ser a grande conselheira de todas as minhas amigas.

Se me perguntares, com honestidade, se alguma vez imaginei criar uma carreira que unisse todos estes pontos, a resposta é prontamente não. 😉

Por isso, te pergunto… Ou melhor, pergunta-te a ti:

• Quais eram as tuas brincadeiras de faz de conta preferidas na infância?

• O que é que dás por ti a fazer naturalmente e que simplesmente faz parte do teu “jeito de ser”?

Basta descobrires o talento que te distingue e a tua vida muda?! Gostava muito de te dizer que sim, mas a verdade é que não funciona assim.

O teu talento é o gatilho que te indica a direcção e o veículo que te coloca em marcha, mas é preciso criar um solo fértil para que ele te permita criar caminhos. Precisas de alimentá-lo e dar-lhe vida.

Alimentares os teus talentos é fundamental e a forma como o permites está directamente relacionada com o modo como desenvolves a tua criatividade.

Por isso, chegou a vez de te falar da segunda condição para que consigas encontrar o teu flow natural e pores a tua criatividade ao serviço dos teus talentos.

 

2 – Tempo e Espaço 

O tempo que dedicas a ti mesma e o espaço em que te permites fluir.

Nenhum talento e criatividade fluem com a cabeça ocupada de preocupações e quando vives a mil…

Já sabes que adoro questões, por isso aqui vai…com estas questões consegues perceber exatamente a forma como estás a criar o terreno fértil da tua criatividade e dos teus talentos.

Vai ao teu banco de memórias, e diz-me:

• Quando foi a ultima vez que te sentiste super leve, cheia de energia e de ideias? Quando estavas de férias? Quando estavas descontraída e esquecida dos problemas no trabalho?

• Onde é que isso aconteceu? No teu último passeio pela praia? Numa esplanada enquanto desfrutavas de uma limonada, a rir entre amigos?

Já percebeste que sem explorares a tua criatividade, dificilmente as soluções que tanto esperas encontrar surgem à tua frente, certo?

Atenção que não falo de criatividade no sentido artístico, mas da arte de saberes viver ao máximo. Estou a falar da capacidade de criares soluções em vez de esperares que elas venham ter contigo.

Chegou a vez de te falar da terceira condição…

 

3 – Loucura!!! 

É isso mesmo que acabaste de ler. Estou a pedir-te que largues a tua necessidade de te ajustares, de fazeres as coisas certinhas e expectáveis, que deixes de querer passar entre a chuva e evitar desafios.

Sabes aquelas pessoas que encontramos na rua, que riem sozinhas e que se estão pouco importando com o que os outros pensam? É de um pouco dessa loucura que falo.

Quando te alinhares em pleno com os teus talentos, quando cultivares o tempo e o espaço para que as ideias te surjam, verás que andarás a flutuar e que essa forma de estar parecerá loucura para quem ainda não sentiu o poder de ser criativo.

Quando estiveres nesse estado, vais sentir-te invencível e com o mundo a teus pés. Depois disso, só te falta ficares a conhecer as regras da ação inspirada – o teu plano de ação! – que, literalmente, “te vão por na linha” do sucesso e que, claro, estou mortinha para partilhar contigo.

P.S. – Para saberes mais sobre como descobrires os teus talentos naturais, e viveres em estado de flow e criatividade, inscreve-te abaixo na próxima Masterclass Gratuita.

>>>>>> Garante já o teu lugar nesta Masterclass Online e Gratuita, dia 6 de junho às 22h. <<<<<<

Com Amor ♡,

Ana Sequeira

Comentários do Facebook
Post Anterior
Ana-Sequeira-News

Precisas de inspiração para mudar a tua vida?

Privacidade

Grata por subscreveres! Confirma, por favor, a tua subscrição no email que vais receber.

Pin It on Pinterest

Partilhar
X