Dia 94 – Podemos falar de abundância?

by | 2 Out, 2018 | Estilo de Vida, Viagens

Dia #94 da “viagem”. 03 de outubro de 2018.

Não sei se tens a mesma visão que eu, mas ficarias espantada se te contasse a quantidade de pessoas que conheço que têm uma relação complicada com a abundância, assim do género “o problema não és tu… sou eu…”

Apesar de hoje em dia se falar muito no tema, e numa visão até bastante espiritualizada ao invés do sentido materialista puro, a verdade é que é um tema que dá sempre pano para mangas, e bem o vejo quer nos meus cursos, quer nas minhas sessões de orientação. Regra geral, surge à conversa de uma forma muito subtil, mas que traz à superfície uma dor profunda e enraizada. Com o tempo, comecei a perceber que para a maior parte das pessoas não é fácil admitir que a abundância é um tema que traz desconforto… Vou ainda mais longe, a maior parte das pessoas tem dificuldade em definir o que é para si abundância.

Talvez por isso seja um tema que me deixa de olhinhos a brilhar - por ver que há tanto espaço para fazer mudanças, para transformar e para estar ao serviço de algo maior.

Um episódio recorrente e típico deste constrangimento acontece quando no curso de numerologia chega a vez de falar do número 8 (antes que a curiosidade te mova a ir ao Dr. Google pesquisar o que se passa com o 8, deixa-me que te diga que ele não tem culpa nenhuma dos problemas que possas ter com a abundância…).

Por representar a vibração da materialização, ou seja, a capacidade que existe em nós de transformar sonhos em realidade e gerar valor à nossa volta, quando falo do 8 aproveito e falo da forma nos vemos enquanto capazes de criar esse valor e de nos valorizarmos. Digamos que o 8 é o meu trunfo para por os meus alunos a refletirem e a transformarem a sua energia de concretização.

E é mágico ver a transformação acontecer, desde um estado de total impossibilidade e de escassez para um estado de abertura de possibilidades. E sabes porquê?

Porque o problema não está na riqueza nem na escassez.
Porque o problema não está na vida nem no que te rodeia.
Porque o problema não és tu, mas vive em ti, no eterno conflito interno que alimentas em torno daquilo de que te achas merecedora.

Somos o resultado de gerações que vibraram no fantasma da escassez. Gerações do emprego para a vida. Gerações em que mais valia viver com pouco do que arriscar perder esse pouco. Gerações em que se agradecia o que se tinha e não se ousava pedir mais.
A questão é: conhecer as nossas origens é fundamental, manter o seu padrão é opcional.
Que achas de partilhar contigo uma dicas para também tu sentires a transformação?
E, já agora, o que é a abundância para ti?

Com Amor ♡,

Ana Sequeira

Ana-Sequeira-150-150

Sou Numeróloga e ao longo do últimos 5 anos tenho transformado a vida de milhares de pessoas, seja através de consultas, palestras, cursos ou através dos meus livros – O Poder dos Números da Sua Vida e A Linguagem Secreta do Teu Nome. Além do poder dos números, acredito no poder do sonho, das palavras, dos pensamentos, das emoções e da ação. Mas, acima de tudo, acredito no poder do AMOR.

Comentários do Facebook
Post Anterior
Próximo Post
Ana-Sequeira-News

Precisas de inspiração para mudar a tua vida?

Privacidade

Grata por subscreveres! Confirma, por favor, a tua subscrição no email que vais receber.

Pin It on Pinterest

Share This
X